El Mapa de Todos: 7ª edição em 2017



18 Outubro 2016

da Redação

O Festival El Mapa de Todos caminha para a sua sétima edição, novamente em Porto Alegre, no primeiro semestre de 2017 - aguardem confirmação dos dias e local. Mais uma vez, artistas, público e organizadores propiciarão mais um momento de integração. "Cada dia somos más - ou mais", afirma o curador do festival, Fernando Rosa, citando canção do músico argentino Leon Gieco.

A primeira edição do festival aconteceu em Brasília, no final de 2008, destacando artistas como Babasónicos, Turbopotamos, Javiera Mena, Sr Chinarro e Marcelo Camelo, entre outros. Pelo palco do festival já passaram 96 artistas, representantes de 11 países da América Latina, Central, Espanha, Portugal e México. Vários artistas, pouco conhecidos quando se apresentaram no festival, tornaram-se nos anos seguintes artistas de renome em seus país, e mesmo no mundo.

Neste ano, a organização do festival pretende afirmar e celebrar as sete edições do festival como "uma vitória da integração". Segundo Rosa, "mais do que nunca precisamos ser cada dia mais gente buscando outras formas de relações humanas". "O preconceito, a xenofobia e o belicismo não interessam a quem quer a convivência pacífica no planeta", diz ele. A música é uma arma poderosa e festival El Mapa de Todos é uma pequena contribuição nesse processo, dizem os organizadores.

O festival El Mapa de Todos tornou-se uma referência tanto no Brasil, quanto na Ibermoamerica, para a circulação de artistas independentes. "El Mapa de Todos, mucho más allá de ser un festival de música, es un verdadero lugar de encuentro", registrou o portal espanhol Zona de Obras. "Su propuesta está claramente destinada a potenciar la integración musical de Brasil con el resto de países iberoamericanos, algo que hasta hace muy poco resultaba casi utópico de imaginar".

Cada día somos más

Dia tras dia los tiempos cambian 
y son nuevas las mañanas
cada hombre joven con sus fuerzas 
ya quieren la tierra libre pisar 

Todos canten, todos gritan, todos vivan 
que estos son tiempos de pensar 
y cada dia somos mas 
que estos son tiempos de pensar 
y cada dia somos mas 

Dia tras dia se abre la esperanza 
de que tenga cada uno un lugar 
mentes calladas ya despiertan 
a latidos de sus almas 

... estos son tiempos de pensar 
que cada dia somos mas. 


.

 






POSTADO EM: /Festival /7ª edição