Julián y Su Combo, pérola da música afro-colombiana



04 Junho 2018

por Fernando Rosa

Julián y Su Combo é uma das maravilhas colombianas, "um dos segredos mais bem guardados" da música afro-caribenha do país. Mais do que a salsa tradicional, ele desenvolveu um estilo particular, que definiram como "afroantillana". Um exímio guitarrista, imprimiu uma sonoridade moderna ao gênero.Julián Angulo Ponce nasceu no município de Guapi, no departamento de Cauca, no litoral do Pacífico. Com seu Combo, fez carreira durante os anos setenta, em Bogotá.



Julián Ponce é o guitarrista elétrico mais "impressionante" da histórica da música colombiana, diz o músico e produtor Mario Galeano, em vídeo gravado durante visita à sede da Rádio Gladis Palmeira e seu acervo. Segundo conta Galeano, Julián era canhoto e tocava sem trocar a ordem das cordas da guitarra. Ele fez parte da primeira geração de artistas do Pacífico colombiano que migrou para Bogotá, nos anos setenta.

Ao longo da carreira, Julián y Su Combo gravou diversos discos, atualmente peças de colecionadores. Recentemente, a plataforma Spotify disponibilizou dois títulos: "Charangas com pachangas" (1968) e "Y tiene huevo" (1977). O site Discogs destaca seus nove LPs lançados entre 1966 e 1982, mais uma coletânea em cd e vários singles. Os anos setenta e oitenta foram os anos de ouro da salsa colombiana, impulsionada pela gravada Discos Fuentes, de Medellin.

A coletânea "Diablos Del Ritmo: The Colombian Melting Pot 1960​-​1985" inclui uma música do grupo, "Enyere Kumbara". Ele também pode ser ouvido na coletânea "El poder de la salsa", que reúne vários artistas do gênero. A coletânea "Diablos Del Ritmo" destaca a música negra do Caribe colombiano, uma das mais ricas do mundo.
 








POSTADO EM: /Matéria