Pantoja do Pará, o saxofone de ouro



18 Junho 2018

por Fernando Rosa

O saxofonista Pantoja do Pará ficou mais conhecido nacionalmente após integrar o projeto Metaleiras da Amazônia, ao lado de Manezinho de Sax e de Pipira do Trombone. Com os parceiros do metal paraense, ele brilhou no palco dos concertos do Terruá Pará que, nos últimos anos, projetou a música do Pará para o país. Mas a história do saxofonista é antiga e clássica, durante vinte anos Pantoja do Pará foi músico do conjunto de Pinduca, o Rei do Carimbó.

Natural de Igarapé Miri, no interior do Pará, Pantoja do Pará iniciou sua vida musical como percussionista, mas tornou-se conhecido como um exímio saxofonista. Em sua discografia constam seis LP’s pelas gravadoras Continental e Copacabana, sem reedição em cd ou vinil, e mais três CDs solo. Com Pinduca, ele gravou mais de uma dezena de discos e participou de centenas de shows em toda a região amazônica e também em outros estados.



Os discos Volume 2, Volume 4 e No pique da lambada tem produção de Manoel Cordeiro e participação do time da Gravasom, Barata (guitarra), Neca (baixo) e Júnior (bateria). No disco Lambadas e Melôs, Pantoja divide parceria em diversas músicas com o cantor e compositor Kim, irmão de Pinduca,e também produtor desse disco. Alguns dos discos do saxofonista pode ser encontrados no Mercado Livre, a preços ainda razoáveis.

O saxofone de Pantoja do Pará foge ao padrão "mpb-bossa nova" e desfila uma sucessão de gêneros regionais, como o bangüe, o carimbó, a lambada e o merengue, além de outros ritmos latinos. Assim como vários músicos da região amazônica, Pantoja do Pará é militar e iniciou sua carreira tocando nas bandas dos batalhões onde prestava serviço. Nos anos oitenta, ganhou o apelido de "o cachimbo de ouro", devido a sua performance no instrumento.



Discografia

- O cachimbo de ouro (Fermata, 1984)
- Volume 2 (Fermata, 1986)
- Lambadas e melôs (Chantecler, s/d)
- O cachimbo de ouro - Volume 4 (Copacabana, 1987)
- No pique da lambada (Copacabana, 1989)

#Lambada40Anos

 

 

 

 

 

 


 






POSTADO EM: /PoderVerde